domingo, 19 de fevereiro de 2012

PARA ENFRENTAR O CONCURSO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL


No concurso para técnico bancário, da Caixa Econômica Federal, foi incluída redação discursiva, em caráter dissertativo-argumentativo. A maioria dos candidatos está apreensiva quanto ao fato de o edital informar que as questões objetivas e a discursiva serão aplicadas no mesmo dia, na data provável de 22 de abril próximo. E, ainda, pela informação de que tudo deverá ser feito em 4 horas.

Evidentemente o tempo é curto para enfrentar 60 questões objetivas e ainda escrever uma redação dissertativa, porém é preciso observar que o tempo destinado às provas é mais um elemento de dificuldade, que será grande obstáculo para muitos. O tempo médio destinado ao enfrentamento de uma questão objetiva, com cinco alternativas, como é o caso das provas da CESGRANRIO, é de 3 minutos. Como teremos 60 questões objetivas, em tese o candidato terá 180 minutos para resolvê-las, o que perfará 3 horas. Em tese, também, o candidato terá 1 hora para elaborar sua redação e passá-la a limpo na folha padronizada que será oferecida pela banca.

Isso tudo indica um caminho único e obrigatório: o treinamento sistemático até à véspera da prova, enfrentando questões objetivas, especialmente da CESGRANRIO, e elaborando textos dissertativos, na busca incessante para baixar o tempo até patamares semelhantes aos da limitação de 4 horas imposta no edital.

O treinamento deve ser sempre acompanhado de controle rígido e olho no relógio, pois só assim o candidato poderá chegar ao dia da prova com a velocidade ideal para realizar 60 questões objetivas e 1 redação dissertativa no tempo destinado, sem correr o risco de não terminar de responder às questões objetivas, ou de entregar uma redação pela metade.

Vamos treinar?

Prof. Menegotto

Um comentário:

  1. Professor, achei bem tranquilo o tema da redação da Caixa.

    ResponderExcluir